Volume
Redes
Sociais
B
PEDREIRAS: TEVE INÍCIO DIA 05 CAMPANHA CONTRA CÂNCER DE MAMA
06/10/2017 - 8h20 em Novidades
Uma missa que será celebrada hoje (05 de outubro) vai abrir oficialmente a campanha intitulada “Outubro Rosa” de combate ao câncer de mama em Pedreiras. A solenidade é uma iniciativa da Regional de Saúde do Estado em parceria com o município e que durante todo esse mês vai levar as unidades de saúde em todos os bairros da cidade e zona rural, atendimento ao público alvo da campanha com palestras e  consultas.
O blog está checando  na referida campanha que vai até o fim do mês de outubro,  se haverá nos postos de saúde exames de prevenção ao câncer de mama.
O Programa Tribuna 101 e o Blog estarão realizando também  entrevistas e postando matérias  sobre esse assunto.

Segundo tipo de câncer mais frequente no mundo, o câncer de mama é o mais comum entre as mulheres, respondendo por 22% dos casos novos a cada ano. No ano de 2010 ocorreram 49.240 novos casos de câncer de mama no Brasil, sendo superado apenas pelo câncer de pele. No ano de 2008 , 11.860 mulheres morreram por causa do câncer de mama e 125 homens também morreram por câncer de mama(www.inca.gov.br). O câncer de mama no homem é raro e representa menos de 1% dos casos, e o principal sintomas é um nódulo endurecido atrás do "bico" do peito , principalmente em pacientes acima de 50 anos de idade.
Existem diferenças nas taxas de incidência da doença entre as regiões do Brasil. A maior incidência ocorre na região sudeste. A medida utilizada para quantificar esta incidência chama-se taxa bruta , que corresponde ao número de casos para cada 100mil mulheres. Na região sudeste esta taxa é de 64.54 casos/100mil mulheres , região sul 64.3/100mil mulheres, região centro-oeste 37,68/100mil mulheres, região nordeste 30,11/100mil mulheres e região norte com a menor incidência 16,62/100mil mulheres. Estas diferenças provavelmente são decorrentes do fato já conhecida de quanto maior o desenvolvimento da região maior a incidência de câncer de mama. Isto reflete uma sociedade mais industrializada com consumo cada vez maior de uma alimentação inadequada, excesso de peso e talvez estresse.

Com a realização cada vez mais freqüente da mamografia tem-se diagnosticado o câncer de mama no Brasil em fases mais precoces o que aumenta as chances de cura. Hoje a maioria dos casos diagnosticados no Brasil não são mais em fases avançadas. Mas precisamos melhorar ainda mais, e isto será alcançado quando todas as mulheres tiverem acesso a mamografia de qualidade uma vez ao ano a partir do 40 anos de idade.
 
 
Fonte: http://tribuna101.blogspot.com.br/
COMENTÁRIOS