Volume
Rádio Offline
Redes
Sociais
B
GERAÇÃO 80

 

UMA VOLTA NO TEMPO COM HITS DOS ANOS 80 E 90 

 

 

Cassino do Chacrinha - lançou vários artistas da época. De março/82 a julho/88 todas as tardes de sábado. Em 1983 devido a uma estafa Chacrinha foi substituído durante um mês por Agildo Ribeiro. Em junho de 88, com câncer no pulmão, o velho guerreiro(da Terezinha e vocês querem bacalhau?) seria substituído por João Kleber. No dia 30 do mesmo mês acabou a buzinada.

 

Tv Pirata – Sucesso total, principalmente na 1 a fase de março de 1988 a julho de 1990. No elenco Claúdia Raia, Cristina Pereira,Débora Bloch,Diogo Vilela,Guilherme Karam,Louise Cardoso,Luiz Fernando Guimarães,Marco Nanini,Ney Latorraca e Regina Case. Quem não lembra do Barbosa?(Ney Latorraca), ou do Zeca Bordoada(Karam) tão macho que fazia barba com serra elétrica.Destaque também para a novela ‘Fogo no Rabo’.

 

Sitio do Pica-Pau Amarelo – Inicio em 1977 e duração de nove anos sem paradas.Conforme iam crescendo os personagens(principalmente Narizinho e Pedrinho) eram substituídos. Os mais marcantes foram a Dona Benta(Zilka Salaberry falecida em 2005); a Narizinho Rosana Garcia;a Emília Reny de Oliveira(atualmente nos EUA/professora de yoga) e a Tia Anastácia Jacyra Sampaio.

 

O incrível Hulk – Um dos marcos dos anos 80. Bill Bixby era David Banner e quando ficava nervoso virara o brutamontes(interpretado por Lou Ferrigno). Ferrigno tinha apenas 25% da audição , fisiculturista e Mr.universo por dois anos seguidos.Tinha 1,97m de altura.No famoso seriado de tv o médico se transformava em Hulk duas vezes por episódio.

Hulk raramente era maquiado por inteiro. Nos pés usava sapatilhas verdes e só em close elas não faziam parte.

 

Speed Racer – O japonês de maior sucesso no início dos anos 80 foi Speed Racer. A bordo da sua Mach-5 que em seu volante tinha diferentes surpresas sempre se dava bem nas corridas com competência e honestidade. O acessório que mais usava era o autojach, um macaco automático com molas que permitia saltar obstáculos.

 

Caverna do Dragão – Febre na segunda metade dos anos 80. Teve 27 episódios e vez ou outra eram repetidos. O último episódio da série, que jamais foi produzido, é que a turma morre e vai para no inferno.

Filmes

 

Guerra nas Estrelas – O império contra-ataca (80) e o Retorno de Jedi (83). Continuação de Guerra nas estrelas (1977). Escrito e dirigido por George Lucas. Pra variar Harrison Ford fez um dos papéis principais. Estrelado também por Carrie Fischer. Os robôs C3PO e R2D2, o macacão Chewbacca e o super vilão Darth Vader estão vivos em nossas mentes até hoje.

Indiana Jones – Trilogia criada por Steven Spielberg e George Lucas(sucesso no final dos 70 com Guerra nas Estrelas). Arqueólogo(Harrison Ford) vivia em busca de objetos antigos. Em 81 Os caçadores da arca perdida; Indiana Jones e o templo da perdição(84) e Indiana Jones a a última cruzada(89).

Os caça-fantasmas – De 1984. Parapsicólogos desempregados se unem e formam os caça fantasmas. No elenco Bill Muray,Dan Akyrodyd,Sigourney Weaver,Rick Moranis e Harold Ramis. Na divulgação do filme havia número de telefone gratuito onde as pessoas poderiam ligar, do outro lado secretária eletrônica com as vozes de Murray e Akyrodyd “Olá nós estamos fora caçando fantasmas”. Mil telefonemas por dia durante seis semanas.

Batman – De 1989. Dirigida por Tim Burton. Como atores principais estavam Michael Keaton (Batman), Jack Nicholson (Coringa), Kim Bassinger (Vicky Valle). Faturou alto e aumentou a onda de Batmaníacos. Foi uma das maiores campanhas mercadológicas da história do cinema. Jack Nicholson recusou o cachê de três milhões de dólares e trocou por porcentagem na bilheteria e dos produtos comercializados.Ganhou infinitamente mais.

Música



FESTIVAIS DE ROCK AO VIVO

Rock in Rio - Inesquecível na cabeça de qualquer oitentista. O Rock in Rio foi um divisor de águas. Idealizado por Roberto Medina, teve 14 atrações internacionais(coisa rara na época no país) e 15 nacionais. A Cidade do Rock foi construída especialmente para o evento.Dez dias de show em janeiro de 1985 e 90 horas de rock,jazz,balada e até forró. Na platéia 1,35 milhão de pessoas.A música tema todo mundo conhecia ‘...que a vida começasse agora ,que o mundo fosse nosso de vez, que a gente não parasse mais de se amar, de se dar, de viver ôôô Rock in Rio’ era cantada pelo Roupa Nova. As atrações eram:Ney Matogrosso,Erasmo Carlos,Baby e Pepeu,Ivan Lins,Elba Ramalho,Gilberto Gil,Paralamas do Sucesso,Blitz,Lulu Santos,Moraes Moreira,Alceu Valença,Kid Abelha e os Abóboras Selvagens,Eduardo Dusek,Barão Vermelho,Rita Lee,Whitsnake,Iron Maiden,Queen,All Jarreau,James Taylor,George Benson,Nina Hagen,Go Go’s,Rod Stewart,Scorpions,AC/DC,Ozzy Osbourne,Yes e B’52. Três foram os dias de maior público.As atrações destes dias eram:Ivan Lins,Elba,Gil,Al Jarreau,James Taylor e George Benson(sábado 12);Kid Abelha,Dusek,Lulu,B-52,Go Go’s e Queen(sexta 18) e Baby e Pepeu,Whitsnake,Ozzy,Scorpions e AC/DC(sábado 19). No festival foram consumidos 1,6 milhão de litros de bebida;7,5 mil quilos de macarrão;3 mil quilos de queijo ralado;900 mil sanduíches;33 mil tubos de mostarda;500 mil fatias de pizza;800 quilos de gel para cabelo;123 mil quilômetros de papel higiênico;58.185 hambúrgeres(em um só dia/faz parte do Guinness Book tal venda). A cerveja oficial do Festival? Malt 90.De todos os brasileiros que se apresentaram o que mais se deu bem em seguida foram os Paralamas e a Blitz desencadeou o que todos da banda já esperavam:o fim(precocemente já estavam cansados deles mesmos).

 

Confusões – Em 1982 boa parte do equipamento do Kiss desapareceu quando eles tocaram no Brasil. Em 81 o governador Chagas Freitas proibiu a apresentação do Queen no Maracanã na última hora. Em 84 pesquisa promovida por rádio carioca indicava qual atração internacional o brasileiro gostaria de ver: Dire Straits era o preferido seguido do Led Zepellin (que havia encerrado a carreira há quatro anos), Jimmi Hendrix e Jim Morrison (mortos há quinze anos). Havia um desconhecimento do público ao que se referia à música internacional.

 

Poetas que se foram - Cazuza em decorrência da Aids em 07 de julho de 1990; Júlio Barroso (criador da Gang 90) em 06 de julho de 1984 caiu da janela do 11.andar de seu apartamento;Raul Seixas aos 44 anos. Causa:pancreatite aguda provocada pelo alcoolismo. Era 21 de agosto de 1989; Jonh Lennon - 08 de dezembro de 1980. Morto a tiros por um fã.

Esporte

 

Fórmula 1 – Década de melhor expressão com Nélson Piquet e Airton Senna. Piquet foi o grande campeão em 81/83 e 87. Senna em 88/90 e 91.

 

Medalhas – Brasil nas olimpíadas: 1980 Ouro para Lars Bjorkstrom/Alexandre Walter (iatismo/tornado) Marcos Soares/Eduardo Penido (iatismo/470); Bronze para João do Pulo (atletismo/salto triplo) Djan Madruga/Ciro Delgado/Marcus Matiotti (natação/4x200m livre); 1984 Ouro Joaquim Cruz (atletismo/800m); Prata Douglas Vieira (judô/meio pesado) Ricardo Prado (natação/400m medley) Torben Grael/Daniel Adler/Ronaldo Senfft (iatismo/soling) Vôlei Masculino e Futebol; Bronze para Luis Onmura (judô/leve) e Walter Carmona (judô médio); 1988 Ouro para Aurélio Miguel (judô/meio-pesado); Prata para Joaquim Cruz (atletismo/800m) e Futebol; Bronze para Róbson Caetano (atletismo/200m) Torben Grael/Nélson Falcão (iatismo/star) Lars Grael/Clínio Freitas(iatismo/tornado).

Modismos-Na real a década foi marcada pela calça jeans, camiseta e tênis. Vez ou outra algum modismo pintava na área.Citaremos alguns:

Para as meninas: vestidos trapézio, saia balonê, polainas de lã, melissa, top-siders...;Para os meninos: bermuda, calças surf wear, tênis all star, tênis quadriculado, camisetas sem mensagens americanizadas...;

Para ambos: new wave gel purpurinado e new wave glliter gel; cabelo mullet, ombreiras, moleton com capuz,roupas dark...

 

As bandas que marcaram a época

Interncionais

 

The Cure

Um dos melhores discos da banda liderada por Robert Smith foi o primeiro Three Imaginary Boys de 79. O sucesso tomou parte do The Cure por bastante tempo, transformando-os num dos ícones doa nos 80.

Apresentações no Brasil mostravam isso. ´Boys don't cry´ é música obrigatória nas festas que tratam destes anos. A banda não conta mais com a formação original, restando Robert Smith (um dos criadores) nas composições, guitarra e voz e Simon Gallup no baixo.

 

The Police

 

Trio que tinha como lider Sting, A banda conseguiu emplacar vários hits. Entre eles um dos mais famosos foi 'Every breath you take', também teve "Every little thing she does is magic" , ´Roxanne´, e ´King of pain´. Tinha batidas punks com elementos de reggae e ska no seu som. Em 1986 gravaram ´Don't stand so close to me`; já estavam brigados na época e logo depois o trio se desfez.

 

A-ha

 

Trio norueguês que revolucionou principalmente a maneira de fazer clips musicais.

Um dos seus destaques musicais ´Hunting high and low´ também foi um dos maiores destaques visuais (clip). Além deste sucesso o trio emplacou ´You are the one´ e ´Scoundrel days´.

 

Madonna/Michael Jackson

 

Não se pode falar da década sem citar os dois. Madonna(de atriz pornô a cantora mais popular do planeta) era excêntrica,provocativa e mexia com a libido de todos. São dela sucessos regravados até hoje ‘Like a virgin’, ‘material girl’, ‘live to teel’, ‘Holiday’ e ‘Bordeline’ são alguns deles.Ainda está na ativa. Já Michael Jackson foi o cantor que mais vendeu um único Lp em todos os tempos. Era Thriller e trouxe pérolas como ‘Billie jean’, ‘Beat It(com Eddie Van Hallen)’ , e a faixa-título como os grandes sucessos. Críticos comentavam que após Fred Astaire era Michael o maior dançarino de todos os tempos. Mas todo sucesso trouxe um isolamento do artista e complicações psicológicas fizeram e fazem da vida dele um tormento.

 

Outros destaques da época:

  • Bruce Springsteen

  • Depeche Mode

  • The Cult

  • Erasure

  • George Michael

  • Information Society

  • New Order

  • Simple Minds

  • Simply Red

  • Pet Shop Boys

  • Talking Heads

  • e outras mais…

Sucesso de outros tempos que respingaram em 80:

  • Pink Floyd

  • Queen

  • Iggi Pop

  • Kiss

  • David Bowie

  • Rod Stewart

  • Supertramp

  • Van Hallen

  • Yes

  • The Clash

  • Ramones

nas pistas de dança

  • Village People

  • Genghis Khan

  • Bee Gees

  • Gloria Gaynor

  • Jonh Travolta/Olivia N.Jonh

  • Fonte:

  • Almanaque anos 80 (Luiz A. Alzer e Mariana Claudino ed. Ediouro); NicoWolff.

Nacionais

 

Barão Vermelho

 

A banda foi formada para tocar na 21a feira da Providência, que aconteceu em novembro de 1981. Duas semanas de ensaios. Na hora H a organização do evento 'esqueceu' de providenciar um P.A. Resultado: nada de show, nada de rock’n roll.

Mesmo com o acontecimento, os meninos Maurício Carvalho 17 anos(teclado), Flávio Augusto Goffi Marquesini 19 anos (bateria), Roberto Frejat 19 anos (guitarra) e André Palmeira Cunha 16 anos (baixo) não desistiram da idéia.

Tinham um certo problema: acertar com um vocalista (pelo Barão Vermelho, na fase de testes passou até Léo Jaime) rockeiro em todos os detalhes. Apareceu um rapaz que fazia curso de teatro. Agenor Miranda Araújo Neto 23 anos, mais conhecido como Cazuza foi o escolhido pois encaixou como uma luva para as intenções do grupo. Nasceria a dupla Cazuza/Frejat que foi chamada de Jagger/Richards brasileiros.

A primeira apresentação que rendeu comentários foi no Morro da Urca abrindo o show de Sandra Sá, funkeira, amiga de Tim Maia. O primeiro LP do Barão, lançado em setembro de 1982 virou item de colecionador pois não caiu no gosto da mídia. ‘Barão Vermelho 2’ de 1983 começou a ter destaque após comentários positivos de Caetano Veloso que regravou “todo amor que houver nessa vida”.

Logo depois Ney Matogrosso gravou “pro dia nascer feliz. A gravadora que iria dispensar a banda devido as vendagens foi pega de surpresa pelo sucesso da música. Gravou as pressas um compacto com a música na voz da banda. O sucesso desencadeou o LP ‘maior abandonado’ e trouxe várias músicas que estouraram no país.

Estava consolidado o Barão Vermelho. Em 1985 a expectativa do público era grande em ver a banda no ‘Rock n Rio’. Duas apresentações rockeiras que não decepcionaram ninguém. No final de julho do mesmo ano Cazuza decide seguir carreira solo.

O Barão quase afunda. Frejat assume os vocais e a banda lança ‘declare guerra’, recomeço difícil , pouca vendagem e desemprego. Mudaram de gravadora e emplacaram o LP : ‘Rock’n Geral’ 1987.

Em 1988 Maurício deixa a banda. O trio Frejat-Guto-Dé resolvem incorporar Fernando Magalhães (guitarra) e o percussionista Peninha. Neste mesmo ano é lançado Carnaval; em 1989 ‘Barão ao vivo’. No início de 1990 Dé sai. Após a participação de alguns baixistas, Rodrigo ex-Lobão assume.

 

Paralamas do Sucesso

 

Herbert Vianna (filho de militar) e Bi Ribeiro (filho de diplomata) se mudaram de Brasíla onde conviviam com a ‘turma do som’ da capital do país e foram morar no Rio de Janeiro. Era 1978, Herbert tinha 16 anos, sem mais contato próximo com os amigos de Brasilia e odiando a cidade maravilhosa, trancou-se no quarto e começou a estudar guitarra.

Tinha uma Fender japonesa, na época um dos raros a ter uma. Bi Ribeiro apenas gostava de reggae, e por insistência do amigo, comprou um baixo e começou a aprender. A dupla Paralamas estava formada, faltava um baterista. Surgiu um aluno de classe, Vital Dias. O trio ensaiava na casa da avó de Bi, Ondina Nóbrega.

Inscreveram-se no festival da Universidade Rural do Rio de Janeiro, em 1981. As três músicas inscritas não agradaram os jurados. Uma delas era ‘Vital e sua moto’. Em uma apresentação no intervalo da faculdade, Vital não aparece, e um amigo de Bi sugere na última hora o estudante João Barone.

Em 1982 o grupo gravou uma fita-demo com quatro músicas e enviaram à rádio fluminense (rockeira/alternativa) da época. Sucesso de ‘Vital e sua moto’. Em junho do mesmo ano, já com gravadora, lançaram o compacto que continha ‘Vital…’ e ‘Patrulha Noturna’. Vendeu 11 mil cópias.

No mesmo ano saiu o LP 'Cinema Mudo' quie não teve muita repercussão. Em agosto de 1984 o segundo LP ‘O Passo do Lui’ emplacou diversas músicas.

Em janeiro de 1985 o ‘Rock 'n Rio’ curvou-se ao som dos Paralamas. Foi escolhido um dos melhores shows do evento desbancando algumas atrações internacionais. Disco de ouro para o LP e consolidação.

O proximo LP ‘Selvagem’ de 1986 de saída vendeu 300 mil cópias.

Em 1987 lançaram o ‘D’ao vivo de Montreaux. 1988 foi o ano de ‘Bora Bora’. Lado A muito ritmo, swingue e lado B mais lento, quase fossa. 1989 veio ‘Big-Bang’. Não tinha mais prá ninguém. Os Paralamas eram do Sucesso.

 

TITÃS

 

Uma junção de diversas bandas. No final dos anos 70, Marcelo Fromer, Tony Belotto e Branco Mello eram o Trio Mamão; Nando Reis e Paulo Miklos faziam parte do Sossega Leão; Arnaldo Antunes fazia parte da Aguilar e Banda Performática; Ciro Pessoa e Charles Gavin eram Os Jetsons. Sérgio Britto não tocava com ninguém.

Em agosto de 1982 surgia os Titãs do Ié-Ié com show para 30 pessoas. Na época André Jung era o baterista (depois trocaria de lugar com Gavin que tocava no Ira!). Neste ano, os Titãs se apresentaram em diversos programas de televisão: Cassino do chacrinha, Bolinha, Barros de Alencar, Raul Gil e da Hebe Camargo.

Causava estranheza oito malucos nos programas cafonélios da época. Era chamados de new-bregas. O primeiro LP intitulado ‘Titãs’ (agora sem ié-ié) lançado em 1984 conseguiu certo destaque com as músicas “Sonífera Ilha” e “Marvin”. Vendeu menos de 50 mil cópias.

No ano seguinte foi a vez do ‘Televisão’ que recebeu boas críticas da imprensa especializada e respaldo do público. Em 1986 o maior sucesso da banda, o LP `Çabeça dinossauro’ trouxe vários hits.

Em 1987 ‘Jesus não tem dentes no país dos banguelas’ seguiu o sucesso do anterior. Em 1988 ‘Go back’ e 1989 ‘O Blesq Blom’ que vendeu 230 mil cópias. Apresentações ao vivo em diversos festivais consolidaram o grupo.

 

LEGIÃO URBANA

 

Em 1977 o movimento punk toma conta de Brasília. Vários amigos que mais tarde misturariam e formariam várias bandas.

A turma da colina tinha Herbert Vianna, André X,Loro Jones entre outros. Destacava-se as letras de um tal de Renato Mafredini JR, o Renato Russo.

Na época”Geração coca-cola” gravada anos mais tarde pela Legião Urbana estava sendo feita. Renato cantava, tocava baixo e compunha na banda ‘ Aborto Elétrico’ junto com o guitarrista André Pretorius e o baterista Fê Lemos. O grupo vira quarteto em 1979 com o irmão de Fê, Flávio Lemos assumindo o baixo e Iko Ouro Preto nas guitarras no lugar de André.

Agora Renato era somente o vocalista. Desta época foram compostas além de “Geração…” , “Que país é este” , “conexão amazônica”, “tédio(com um T)”, “Música Urbana”, “veraneio vascaína” e “Fátima”.

Na virada de 1981 para 1982 o ‘Aborto Elétrico’acaba devido uma briga de Renato e Fê. Em julho de 1983 a Legião Urbana aportava no Rio de Janeiro para shows, aproveitaram a viagem e trouxeram uma fita-demo contendo “Geração coca-cola” e “ainda é cedo “. Abriram o show do Lobão e os Ronaldos.

Em 1984 a Legião fecha contrato com gravadora. Faziam parte Renato Russo nos vocais e composições, Dado Villa-Lobos(guitarra), Marcelo Bonfá (bateria) e Renato Rocha (baixo).

Em janeiro de 1985 é lançado o primeiro LP. “Legião Urbana” é mal divulgado mas o público começa a identificar-se. Começa a vender, vende dez vezes mais que o previsto pela gravadora (que era de 5 mil) Chega a marca de 100 mil cópias.

O sucesso fez o grupo se transferir para o Rio de Janeiro. Vários shows. Quando começam os preparativos de lançamento do segundo LP, o primeiro ainda tocava bastante nas rádios.

“Dois” lançado em 1986 bateu a casa de 800 mil exemplares em pouco mais de um mês e tocou vários hits nas rádios. Em dezembro de 1987 chegou às lojas “Que país é este 1978/1987” que trazia composições antigas e duas novas ”Angra dos Reis” e “Mais do mesmo “. A mais improvável foi a que mais tocou “Faroeste Caboclo” com seus 159 versos e mais de nove minutos de duração.

Quando a Legião preparava o quarto LP, Renato Rocha deixa a banda. Renato Russo assumiu o baixo nas gravações e em 1989 saía “Quatro estações” com 450 mil cópias vendidas antecipadas, com o tempo chegou na casa de hum milhão.

 

Capital Inicial

Surgiu do clube da Colina de Brasília. A união dos irmãos Fê e Flavio Lemos (aborto elétrico) mais Loro Jones (blitz 64) juntamente com Dinho Ouro Preto, irmão mais novo de Iko Ouro-Preto (que tocou seus acordes na Legião) resultou numa das bandas de maior expressão no cenário do rock brasileiro.

Em 1986 o LP de estréia do Capital Inicial entitulado “Capital Inicial”. De cara velhas composições de Flávio Lemos com Renato Russo: “Fátima” , “Música urbana” e “Veraneio vascaína” caíram como uma luva para o momento. O resultado apareceu no comparecimento do público aos shows e na vendagem que foi de 200 mil cópias. O segundo trabalho “Independência” de 1987 trouxe a oficialização do tecladista Bozo Baretti à banda e o desempenho dele ficou nítido, o Capital ganhou teclados demais, perdendo um pouco a consistência.

Muitos shows e no fim do mesmo ano era lançado o terceiro LP “você não precisa entender” delineando um pouco mais a linha pop da banda. ‘Fogo’ foi a faixa mais executada. A vendagem não passou das 50 mil cópias.

 

Em 1990 lança “Todos os lados” com a guitarra de Loro Jones aparecendo mais. Mas algo não ia bem, no ano seguinte lançam “Eletricidade”. Dinho e Bozo saem.



 

 

 

PUBLICIDADE